Páginas

28 de setembro de 2016

bala de sALGAde

a gente sempre sente falta do que já foi ou do que não temos mais.  a saudade é um sentimento engraçado, traiçoeiro: vem sem avisar, invade o peito mas traz aquele sorrisinho gratificante. sentimos saudade do que foi bom. criamos gosto. e todos esses sentimento legais, de gratidão a riso ecoado na mente vem a tona quando vejo essa foto aqui.

o ultimo pacote jaz aqui na minha mesinha de canto. e toda vez lembro das madrugadas interneticas regadas a muito paint e risadas em alto e bom tom.


19 de setembro de 2016

criatividade seletiva

só queria saber porque é fácil demais escrever aqui e quando precisa de algo pro trabalho não rola. não acontece. não flui. por que será, me pergunto sempre.
engraçado, que criatividade seletiva é essa?

painteada

eu sei que você tá lendo.
eu sei que você cola aqui de vez em quando.
sei que visita também as fotos lá na outra rede.
não tem problema. eu tenho sentido você por perto.
e confesso que tenho sentido falta. acredita que já deu tempo de sentir saudade?
único ser que me fazia gargalhar de madrugada por piadas que só faziam sentido na mente.
na nossa mente. porque a ligação não era desse mundo. não é. porque a ligação ainda existe.
ela só não é digitada. ou painteada. mas ela existe.
e fico feliz por isso.
é só gratidão que tem aqui. pelo perdão e pelo sentimento.
pelo sorriso e pela memória renovada.
foi rápido mas o suficiente pra me deixar feliz de novo.
por isso, gratidão =)


julga-medo

olha eu aqui dando conselhos pra quem pede.
e quando eu peço na mente só eu me escuto.
vergonha de pedir pelo medo de ser julgada.
mesmo sem pedir a gente recebe julgamento mesmo.
então, porque ter medo?
se entrega conscientemente, menina.
você não tem nada a perder.
aliás, já está perdendo energia vital com os questionamentos.
deixa ir.
quando se lembrar que perdeu o controle, é só lembrar que você nunca o teve.

12 de setembro de 2016

grama

vez ou outra começo a achar que tô no caminho errado.

é porque de repente me esqueço do propósito. de  propósito, talvez?

porque a grama do vizinho é mais verde. e sabe o que é mais louco? às vezes esqueço que também tenho a minha.

exausta

é tão difícil colocar em palavras o que tô sentindo agora. 
é porque de repente, nada mais faz sentido. mas tudo faz. 
de repente, quero nada. mas quero tudo. 

é um misto absurdo de sentimentos e pensamentos. me dá uma agonia enorme de pensar que não posso pegá-los. analisá-los. na verdade, sei que apenas tenho que observa-los indo e vindo numa velocidade e voracidade absurda. 

me sinto exausta. acho que é essa definição. como se a energia mental drenasse minha energia física. acho que isso não é normal. 

as pessoas estão me perguntando "o que você tá sentindo, pam?" eu só consigo suspirar e dizer "não sei." Porque não sei mesmo. apenas exaustão. 

E hoje me deu uma vontade de viajar pra longe. comprar uma passagem qualquer e sumir. 
sei que não vai passar - porque o caos está aqui dentro - mas seria legal pensar e fazer outra coisa. 

porque, serio, meu coração está apertado. 

preço intercâmbio google pesquisar