Páginas

7 de março de 2016

às vezes

Às vezes eu queria sumir.
Rapidinho.
Por um instante só, depois eu volto pra continuar o que eu estava fazendo.

Não precisa se preocupar, eu não estou triste.
O sorriso vai vir daqui a\ pouco, eu só preciso respirar um pouquinho.
Quero muito ficar longe das tecnologias por um tempo,
porque esse excesso de informação me atrapalha, me guia pra longe.

Reconexão. Quero. Tenho necessidade de.
Universo, me envia um sinal.
Que as forças aqui estão pra todo lado e lugar nenhum.
Estou dentro e fora.
Estão em cima e embaixo de nada.
Num circulador de energias que está deixando algo escapar.

É uma afirmação pra mim na verdade.
Eu não estou triste. Só estou pesada.
Estrela, me ajuda a encontrar a leveza.
Tá aqui dentro, só perdi o fim da (m)(l)inha.

6 de março de 2016

Valsa

Amo os seus textos.
Eles fluem com leveza e verdade.
Quando os leio,
é a sua voz que ecoa em minha mente.

Mesmo sem saber dançar,
eu danço na sua melodia.
Porque vem de dentro,
e eu apenas sinto.

E vou.
E volto.
E beijo.
E solto.
E abraço.
E envolvo.
E convido
Para uma valsa de corpos.

Porque a música
 que mora em mim
harmoniza
com a que mora em você.