Páginas

10 de julho de 2008

Ser feliz é...

O que é ser feliz para você?
Talvez dormir por 12 horas seguidas, ou somente um leite quente antes de dormir...

Talvez dar um abraço em quem não se vê há muito tempo...ou ainda brincar com seu cachorro.

Não sei. Várias coisas me fazem feliz... Ou coisas diferentes podem TE fazer feliz.

Quem sabe uma música que te lembra alguém. Ou um jogo de videogame com os amigos.

Cantarolar no chuveiro. Ver vídeos engraçados na internet. Brincar de lutinha de isopor com seu irmão. Ou criar uma apresentação no PowerPoint com fotos antigas da sua época de escola.

Dar um abraço e um beijo bem grande em quem se ama, seja sua mãe ou namorado. Não importa em quem, desde que seja em alguém especial.

Conversar com pessoas diferentes do habitual. Ajudar sua avó a fazer um bolo. Tomar um banho quente num dia frio. Compor alguma música ou poema pensando em alguém.

Desenhar, para expressar o que se tem na cabeça. Olhar bem fundo nos olhos de um animalzinho e imaginar o que ele pensa. Ter um papo inteligente com alguém que se admira muito.

Ouvir sua música preferida no último volume. Chorar para comemorar o nascimento do seu primo ou irmão. Ou só porque seu time venceu. Imaginar como será sua vida daqui a dez anos. O que você terá conquistado. O que o futuro aguarda para você.

Imaginar se amanhã ou mês que vem o amor baterá a sua porta. Se, quando for à padaria pela manhã, alguém te achar especial, só pela maneira que você pediu 250 gramas de mussarela. Se um dia aí, tropeçar e alguém vier te ajudar a recolher seus cadernos e no momento da entrega,ele (a) olhará bem fundo nos seus olhos e perceberá o monte de segredos e alegrias que você pode levar a ele (a).

Aprender algo novo, mas usar e abusar da humildade e da troca de experiências que isso pode lhe trazer. Andar de mãos dadas. Acreditar que é eterno enquanto dure qualquer coisa que você faça de bom. Passar horas falando bobagens com seu amigo.

Tudo isso não tem preço. Tudo isso vivemos todos os dias. Ás vezes nós deixamos passar. E quando não tivermos mais chance de recuperar, lamentaremos.

Lamentaremos o tempo que éramos jovens. Lamentaremos a chance que tivemos de mudar o mundo. Mas ficamos parados, talvez perdendo tempo com coisas fúteis como compras compulsivas. Ou fofocas.

Coisas simples são mais valiosas que qualquer jóia.

Dê valor. E no futuro você lembrará.