Páginas

23 de julho de 2007

Criatividade. Eu tenho, e você?

Se incentivada na criança, há de ter sucesso. Se incentivada na fase adulta há certa porcentagem de risco de fracasso. (Pode haver sorte, obviamente... Mas Nunca se sabe...).

De qualquer forma, a criatividade em geral, seja buscada em jornais, revistas, livros – não importa. Se for feita com boa vontade, há de ser bem aproveitada.

Jornais e revistas são importantes, pois nos permitem estar cientes de todos os fatos e nos manter sempre atualizados. Mas uma coisa é certa. Esses meios não permitem invenções. Por isso não há espaço para a criatividade... Bom até que há sim, mas só na hora de se organizar a página para que caibam os anúncios e propagandas...

A verdadeira criatividade , à qual me refiro, está nos livros... Ah, nos livros, tudo muda.
Nada é real. A liberdade verdadeira existe!
É a sua imaginação, a sua interpretação que dá graça nas histórias. Tudo isso ajuda nossa mente a viajar e explorar qualquer continho oculto na nossa mente...
Mas nem apenas sonhando vive o homem.

“O homem com sonhos demais é criança.
“O homem com sonhos de menos não é humano.”

O ideal seria que todos misturassem o real com o imaginário. Assim, a nossa mais poderosa arma estaria em ação...

Mas não...

Principalmente os adultos insistem em dizer que não tem tempo pra isso. Claro...
Alguns não têm tempo nem pra família... Quanto mais pra ficar exercitando sua mente, lendo “bobagens que não me levarão a nada...”

Erro. Se você, em alguma parte da sua vida, perde a sua capacidade de imaginar ou ate mesmo de sonhar, pode acreditar... Você, além de ter perdido a sua melhor arma (criatividade) vai ter perdido uma coisa muito importante...

Terá perdido uma parte de você...


Pense nisso, e veja se não vale a pena dedicar um pingo do seu precioso tempo aqui só pra exercitar o sua criatividade... Ou apenas “perder o seu tempo lendo um livro”...

Até mesmo passar um tempo com a sua família pode ser muito útil... Afinal o nosso tempo é curto...

Bom mas se você prefere ficar fazendo coisas inúteis do tipo correr atrás de quem não te quer ou dar importância a coisas mínimas... Bom. O PROBLEMA É INTERAMENTE SEU...

E, por fim, não se esqueça:::

“O bem-estar é um bem precioso. Mas só se você tiver a capacidade de “INVENTAR” um jeito desse bem-estar andar lado a lado com você...”

PS: Se você descobrir uma receita pra fazer com que ele ande ao seu lado, por favor, NÃO ME PASSE. Quero descobrir sozinha..

xDDD~






Ps: Esse texto foi inspirado em uma sugestão do ENEM De 2006. Esse post foi um pouco teste tambem... Preciso treinar as minhas dissertações...
Peço até desculpas se esse post ficou um pouco confuso.
Bom, de qualquer forma, nao se esqueça de comentar o que achou...
*Gradicida

=*

15 de julho de 2007

Números importam pra você?


Diga-se por número :::
1. Expressão da quantidade. 2. Coleção de unidades ou de partes da unidade.

Yeah. O que se inclui nisso?? Fácil resposta.
Coisas do tipo “Haha, eu tenho 16263773 scraps.” Sim, exemplo tosco. Mas, infelizmente é o que eu mais vejo entre os meus amigos e amigas. Melhor, conhecidAs.
Sim, não tenho mais as amigas de antes. Melhor ainda, tenho uma melhor amiga que vale por todas que eu perdi. Bom, mas isso não vem ao caso. Estamos discutindo coisas inúteis, e sinceramente, AMIZADE, pra mim, é uma das coisas mais importantes que existem...

Que mais podemos citar como inútil?? Deixa-me ver... AHHHHHHH. Claroo. Não podia faltar::: QUANTOS (AS) VOCÊ BEIJOU ATÉ HOJE?
Clááááááásico não?
Meu Deus, se você beijou 5 ou 500, não faz a menos diferença concorda?
O problema vai ser seu . Não vai ser eu que vou ter 500033093094049847984794794774 bactérias e fungos diferentes dentro da minha boca...


Quantos carros você tem?
Quantas calças jeans você tem?
Quantas casas você tem?
Quantos TUDO você tem?

Números importam pra você?
Ótimo. Tenta mudar os números de Mortes ocorridas no País.
Tenta mudar o número de pessoas passando fome no seu bairro.
Números são importantes? São.
NÚMEROS. E não apenas números.

13 de julho de 2007

Porque as pessoas, em sua maioria, INSISTEM em se vestir igual?



Pergunto a você, caro leitor. Onde está a personalidade dessas pessoas?
Mas que PULI! Cara, você vê as meninas de 16 anos... COMO ELAS SE VESTEM??
Sempre assim: calça Jeans, babylook, tênis de marca de skate e... Blusas de moletom de zíper de marca de surf.
Se uma pessoa resolvesse perguntar a essa menina “Por que você se veste assim?”
Ela provavelmente diria “Ué, porque TODAS se vestem assim!”. Seria a resposta mais obvia.

Ahhhh sim ,,, claro, é muito mais fácil você se vestir igual a todo mundo pra você se incluir num grupinho, do que você ser você mesma. “Oh, meu Deus, se eu não me vestir desse jeito elas nunca vão me aceitar.” Então, essa menina, se sujeita a todo tipo de coisa. Impressionante não?
No mundo de hoje, era de se esperar que todos agissem segundo seus próprios pensamentos. Mas não. Claro que não.
“Se eu me vestir de um jeito diferente, todos vão me olhar. Vão me excluir. É mais fácil gostar do que os outros gostam.” É mais prático né. Sei disso.

Mas e a sua personalidade??? O seu livre arbítrio??
HAA, VAI TUDO PRO SACO.!!

As pessoas hoje se deixam levar pelas MODINHAS. MALDITAS MODINHAS!!!
Basta lançar uma novidade e vai lá todos os sem-noção mergulhando de cabeça nela.
Ai a gente vai vê, e eles nem sabem porque estão nessa. Não sabem nem a origem do movimento. Não são apenas os emos. Claro que NÃO! Os reggaeros, os “Psy-Trances”,
Tem até PUNK poser que eu já vi. Cara, até MANO Poser. Huhu. E estudava comigo, o infeliz...

Bom, a questão é essa: Até que ponto EU me deixo levar pelas Modinhas???
Sou Influenciado de alguma forma por elas???

Pois é. E pensar que até um tempo atrás todos acreditavam na nossa juventude.
Como respondemos? Agindo como um bando de robôs de uniforme.


Não sei. Bom, eu, pelo menos quem me conhece, sabe muito bem que eu tenho estilo próprio. Me visto diferente todos os dias. Tenho uma gota de coragem de ser diferente.
E a sua GOTA??? Onde que ela está Nesse Momento?



x~